Grupo Wilson Sons tem novo rebocador superpotente

Embarcação apresenta 90 toneladas de tração estática e possui sistema automático de guinchos

O Grupo Wilson Sons finalizou neste mês mais um rebocador da série escort tug, o WS Aries, que se junta ao WS Sirius na categoria de mais potente do Brasil. Construído pela Wilson Sons Estaleiros, com projeto da Damen Shipyards, a embarcação tem 32 metros de comprimento e 12 metros de largura.

“É um rebocador que superou 90 toneladas de tração estática (bollard pull), com guincho tipo render recovery, que permite o controle automático de tensão máxima no cabo de reboque e mantém constante o comprimento do mesmo. Com mais tecnologias disponíveis e potência, amplia-se o número de opções para auxiliar na tomada de decisões durante as operações, tornando-as mais seguras”, diz Adalberto Souza, diretor-executivo da Wilson Sons Estaleiros.

O WS Áries possui sistema de combate a incêndio certificado como Fire Fighting 1 (FiFi1), que habilita o rebocador a atuar em operações de salvatagem. Além disso, a embarcação tem permissão para navegar a mais de 100 milhas náuticas da costa, o equivalente a 185 quilômetros, dando mais autonomia à embarcação em operações.

“Além do WS Áries e do WS Sirius, o Grupo Wilson Sons tem em sua frota outros dois rebocadores classificados como escort tugs, o WS Titan e o WS Procyon, o que é um diferencial para o negócio. São rebocadores equipados e certificados para acompanhar navios como escoteiros, ou seja, com o cabo passado em velocidade de cruzeiro, o que torna as manobras mais ágeis, sem abrir mão da segurança durante toda a operação”, explica Marcio Castro, diretor de Operações da Wilson Sons Rebocadores. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Guia Marítimo. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.