Portonave divulga Relatório de Sustentabilidade

Documento descreve o desempenho econômico, social e ambiental da companhia em 2020

Mais de R$ 1 milhão investido em ações de combate ao novo Coronavírus, 45% da participação de mercado em Santa Catarina, 18,8% de crescimento na movimentação de contêineres, R$ 81,9 milhões pagos em taxas e impostos ao Governo. Estes são alguns dos dados publicados no Relatório de Sustentabilidade da Portonave – documento que relata o desempenho econômico, social e ambiental da companhia em 2020, além de práticas de governança, e que foi divulgado neste mês.

As ações de prevenção à Pandemia e os desdobramentos que este novo cenário impôs às empresas e a todos permeiam o relato do ano passado. Contudo, o Relatório de Sustentabilidade 2020 traz mais. Em um ano atípico, a Companhia registrou bons indicadores comerciais, que nos manteve na liderança de mercado em Santa Catarina. Também, ano passado, entrou em operação a primeira fase da Nova Bacia de Evolução do Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes. Com a nova área de manobras, a Portonave recebeu no ano passado 62 “gigantes” – navios com mais de 306 metros de comprimento e 45m de boca. Uma nova linha, a Brazex II, também passou a operar no Terminal, incrementando o volume no segundo semestre.

A Companhia se destaca pela excelência dos serviços prestados aos clientes, bem como pela produtividade elevada – em 2020, esse índice foi 116 mph por navio e 37 mph por STS – e a responsabilidade socioambiental. Esse desempenho levou à liderança no ranking de produtividade da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), pelo segundo ano consecutivo. Além de criar importantes diferenciais competitivos, esses fatores contribuem para o desenvolvimento sustentável. Maior organização contribuinte do município de Navegantes (em ISS), a Portonave dinamiza a economia regional, ao mesmo tempo em que impulsiona iniciativas em benefício da comunidade onde está inserida, por meio do apoio voluntário a projetos culturais, educativos e de inclusão social.

Em outra frente, desenvolve uma série de programas e ações voltados à conservação ambiental, que asseguram a total conformidade de suas operações com a legislação vigente, colaborando para a melhoria da qualidade de vida no entorno do Terminal. Como consequência, em 2020 não foram registradas multas ou sanções relativas a questões ambientais ou sociais.

Este é o 13º relatório da empresa e o 11º elaborado de acordo com as diretrizes da GRI – Global Reporting Initiative –, organização internacional que publica diretrizes para o relato de desempenho da sustentabilidade, garantindo a comparabilidade entre empresas de diferentes portes e setores de atuação. O relatório completo está disponível no site da Portonave para consulta neste link.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Guia Marítimo. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.